Available courses

Objetivo:

O curso pretende desenvolver as habilidades interpessoais e técnicas de negociação e comunicação em diferentes situações profissionais, pessoais e acadêmicas. Tais habilidades são essenciais para a resolução de conflitos e para tomadas de decisões em cenários nos quais a competitividade e a obtenção de acordos surgem como fatores necessários de sucesso nas relações públicas, privadas, comerciais, locais ou globais.

Objetivo:

Compartilhar experiências de criação artística como subsídios teóricos-metodológicos para serem apropriados por educadores, artistas iniciados ou não em arte urbana e interessados em geral na elaboração de propostas de intervenções artísticas que possam ser desenvolvidas espaços públicos ou privados. Analisando as formas como artistas e coletivos artísticos latino-americanos desenvolvem manifestações e ações de usufruto da cidade (mobilidade urbana), cena expandida e artivismo, com a pretensão de ampliar discussões sobre arte em espaços públicos.

Objetivo:

O objetivo do curso é apresentar em linhas gerais o pensamento decolonial e os pontos em que pode ser trabalhado em conjunto aos campos da História, do Direito e da História do Direito, fornecendo instrumental de questionamento de objetos de pesquisa e de práticas sociais sob a perspectiva crítica decolonial. Pretende-se, dessa forma, oferecer aos estudantes uma “caixa de ferramentas” crítica e teórica para o desenvolvimento de suas pesquisas individuais ou de suas atividades cotidianas.

Objetivo:

O objetivo geral deste curso é apresentar um panorama da questão migratória na América do Sul, considerando os aspectos históricos, políticos, econômicos, sociais e normativos dos países desde finais do século XIX até a pandemia do Covid-19. 


Objetivo:

O presente curso nasce da intenção em levar a diferentes sujeitos e espaços a discussão em torno da importância dos cultos marianos na América Latina e Caribe incluindo suas relações com o universo feminino e a mulher na formação histórica, social e cultural do nosso subcontinente. Um dos traços mais marcantes da subjetividade latino-americana é sua relação com o cristianismo. Parte do processo de colonização europeia das mentes, a religião cristã católica, a partir da evangelização e enfrentamento de grupos resistentes, conseguiu fazer com que esta região geográfica se tornasse um polo do catolicismo mundial até os dias de hoje.  Nesse desenvolver do tempo, trocas de referências e símbolos culturais foram marcantes entre a mitologia cristã, as mitologias dos povos nativos do continente e dos povos oriundos da África. Um dos produtos mais marcantes desse turbilhão, sem dúvida, é a centralidade da figura da Virgem Maria na religiosidade da América Latina e Caribe. Padroeira de todos os países da região, a mãe de Cristo está entranhada na religiosidade popular e é interpretada de inúmeras maneiras a partir dos prismas culturais locais. Mesmo todas sendo Virgem Maria são distintas entre si, a riqueza cultural local as diferencia. Contudo, a centralidade da figura da mulher na construção histórica da América Latina as aproxima. Venha conosco nessa peregrinação interdisciplinar pelas raízes da América Latina e Caribe. 

Objetivo

O objetivo principal é questionar as normatividades jurídicas circulantes na sociedade atual e, consequentemente, o Direito por ela produzido, num viés crítico e feminista, desconstruindo noções que são postas como “gerais e imutáveis”. Assim, pretende-se fornecer aos estudantes ferramentas para que desenvolvam este senso crítico feminista nas suas áreas de atuação, seja com base epistemológica nas pesquisas que elaboram (ou elaborarão no futuro) ou com base prática nos cotidianos de trabalhos que produzem.

Objetivo:

Esses encontros não pretendem estabelecer comparações entre vanguardas, mas reafirmar novos parâmetros de análise, livres das amaras da historiografia  eurocentrista para entendermos as peculiaridades que fizeram dos nossos modernismos latino-americanos experiências únicas e extremamente criativas. Pretendemos demonstrar a existência das lacunas de um modernismo difuso e descompassado, fragmentado e incompleto que deixou para trás parte significativa do que somos.

Objetivo

- Refletir acerca dos problemas econômicos e sociais existentes na América Latina e que foram agravados pela crise da pandemia da Covid-19;

- Introduzir algumas abordagens e instrumentos da Ciência Política e das Relações Internacionais (cooperação internacional, integração e solidariedade regional) que podem auxiliar na compreensão da crise da pandemia na América Latina e na reflexão sobre a atuação conjunta e regional no seu enfrentamento.

Objetivo:

Apresentar o objeto “drogas”, no campo das Ciências Sociais, em uma perspectiva histórico-cultural e sócio-político.

Objetivo:

Pretende-se oferecer subsídios para a conceituação das cidades e do urbano à luz das contribuições da sociologia e da antropologia, bem como de áreas correlatas, cruzando tais abordagens com as formas como as teorias feministas têm questionado a as possibilidades de usufruto e interferência nas políticas urbanas. Partimos da noção clássica de “direito à cidade” em razão do uso difundido da expressão, em especial a partir de movimentos sociais que questionam e/ou propõem políticas e práticas garantidoras da cidade para todas as pessoas, ou seja, sem exclusão ou discriminação. Tal abordagem pretende criar um espaço de reflexão sobre nossos próprios contextos de circulação e vivência, potencializando resultados significativos tanto para a produção do conhecimento quanto para a ação coletiva. 

Objetivo:

Discutir e compartilhar conhecimentos sobre: direitos humanos, biopolítica, necropolítica e genocídio da população negra e as possibilidades de superação da política morte do Estado Brasileiro, auxiliando na construção de projetos de intervenção social antirracistas.

Resumo: 

Neste curso se pretende abordar a história latino-americana desde uma perspectiva interseccional e intercultural, que permita brindar ferramentas de análise para docentes, pesquisadores e outros interessados na temática. A ênfase está no estudo dos processos de construção dos estados nacionais latino-americanos pôs independências e o lugar e papel que desenvolveram os sujeitos historicamente excluídos dos relatos nacionais tradicionais (mulheres, indígenas, negros e trabalhadores). Se parte da premissa de que vários dos problemas sociais, culturais, políticos e econômicos que enfrenta América Latina atualmente, são fruto e consequência dos acontecimentos desses anos (1830-1930) assim como das bases ideológicas nas quais se estruturaram os estados nacionais latino-americanos. Se pretende evidenciar as dinâmicas e processos - com suas semelhanças e diferenças - que compartem os países latino-americanos e caribenhos, com ênfase nas lutas e resistências que permeiam a história do continente.

Objetivo:

Abordar a história latino-americana desde uma perspectiva interseccional e intercultural; brindar ferramentas de análise para aqueles que participem do curso; evidenciar as dinâmicas e processos - com suas semelhanças e diferenças - que compartem os países latino-americanos e caribenhos, com ênfase nas lutas e resistências que permeiam a história do continente; contribuir a pensar a realidade atual a partir de uma perspectiva histórica de longa duração.

Dinámica de trabalho e intercambio

Teremos encontros virtuais sincrônicos cada 15 días (totalizando quatro ou, no máximo, cinco encontros se for necessário). Em cada módulo estarão disponiveis os materiais necessários: bibliografía obrigatória e complementar, vídeos, noticias, imagens, foros.

A participação e realização das atividades propostas é obrigatoria para obter o certificado de aprovação do curso. No mínimo, deve ter feito 75% das atividades.

Formas de avaliação

Se avaliará a participação nas aulas, nos foros e espaços de intercambios propostos. Além disto, para aprovar o curso deverão fazer um trabalho final (tipo artigo ou ensaio, máximo 10 páginas) onde se abordem e se faça uma problematização das temáticas estudadas no curso: a construção dos estados nacionais, cidadania e exclusão; cultura e identidades; indígenas, mulheres, negros e afro-americanos. Dependendo a quantidade de inscritos no curso, o trabalho terá que ser presentado brevemente como fechamento do curso.


Objetivo:

Capacitar e qualificar profissionais, docentes e gestores públicos e privados para atuar adequadamente no âmbito da educação patrimonial, partindo da compreensão da legislação pertinente, nacional e internacional, a fim de desenvolver boas práticas educativas de gestão na seara do patrimônio cultural.

Objetivo:

O objetivo deste curso é analisar as transformações sofridas pela tradição religiosa andina frente à evangelização cristão no século XVI/XVII.

Objetivo:

Articular questões relacionadas ao corpo, às artes e ao feminino e, a partir disso, criar novas possibilidades metodológicas e políticas que se ofereçam como alternativas à linguagem acadêmica e à razão instrumental clássica. Analisando para tal obras literárias e de artes visuais.

Objetivo:

O objetivo do curso é divulgar relevantes obras literárias brasileiras de autoria feminina, destacando a violência de gênero central ou reverberante nos textos, a fim de criar um panorama que evidencie o quanto essa questão é recorrente na literatura brasileira produzida por mulheres e, mais além, na vida das próprias mulheres.

Objetivo:

Geral: Proporcionar a compreensão acerca das noções gerais e questões específicas relativas à implementação das políticas públicas culturais nas três esferas da gestão: federal, estadual e municipal. 

Específicos: a) Historicizar a influência e importância das políticas públicas na administração pública do setor e os números da cultura hoje; b) Entender planejamento, orçamento e financiamento da cultura na governança pública, tendo em vista a concepção de cultura e diversidade, em sua transversalidade e sustentabilidade; c) Analisar atuações inovadoras do poder público nos mecanismos institucionais de apoio e ação cultural.




Objetivo:

A partir de abordagens interdisciplinares e de enfoques críticos latino-americanos, o curso tem como objetivo introduzir os principais aspectos e problemáticas relacionados às relações internacionais culturais contemporâneas, com foco nos processos políticos e sociais que marcam o continente latino-americano neste início de século.

Objetivo:

A nossa proposta é simples, propomos pensar de forma coletiva uma pedagogia comum que se cria quando se junta cinema e educação, compartilhando teorias, metodologias e experiências. É uma oficina de introdução, com algumas provocações e partilhas. Iremos apresentar a pedagogia do cinema desenvolvida por Alain Bergala e referenciar pedagogias emancipadoras que tem consonância com a proposta da Pedagogia do Cinema. Vamos um expor sobre início do cinema, falaremos sobre alguns elementos básicos da linguagem cinematográfica e sobre alguns conceitos de montagem que são norteadores do fazer cinema, além de destacarmos e a importância da curadoria dos filmes, da partilha coletiva de assistir-los, de alguns brinquedos ópticos, jogos e dispositivos para a criação. E por fim, vamos propor um exercício, o Minuto Lumiere, que já se tornou um dispositivo clássico na Pedagogia do Cinema.

Objetivo:

Oferecer ferramentas, a partir das teorias feministas contemporâneas, para uma análise crítica do neoliberalismo.

Objetivo:

O curso tem como objetivo geral: (I) expor os questionamentos teórico-metodológicos sobre as relações entre campo, teoria e escrita etnográfica, e (II) difundir as diretrizes de ética em pesquisa do Código de Ética publicado pela Associação Brasileira de Antropologia. O objetivo específico está pautado em (III) apresentar possibilidades de ferramentas para a pesquisa em campo. E, como objetivo final, apresenta a dimensão crítica da disciplina de (IV) apresentar diferentes perspectivas sobre a prática etnográfica e as possíveis interpretações do conceito de cultura.

Destinatários:

Pesquisadores de áreas do conhecimento relacionados à cultura, com interesse em pesquisa etnográfica.

Docente:

Profa.  Ma. Aline Moschen de Andrade